Eu tocaria a bola que dança no ar.
Seguraria suas cores.

Jogaria volley com a moça que passa no vídeo do Roberto.

Pediria ao Roberto para largar a câmera.
Para jogar bola comigo.

Como meninos que ignoram as regras do mundo das artes
e fazem do espaço

terreno de jogo.
De dança.
De movimento.

Jogaríamos tanto, até murcharmos a bola.
Até a bateria da câmera acabar.

Até termos de novo 5 anos de idade.

—x—

Então, com 5 anos, teríamos uma vida inteira pela frente…
Mas uma vida não seria suficiente para compartilhar tudo que sentiríamos
Para criarmos tudo que quereríamos
Uma vida, a seu lado, seria algo de maravilhoso, difícil de descrever em palavras
Talvez poderíamos tentar descreve-la em imagens, mas ainda teríamos dificuldades.
Já sei! Sentiríamos, e isso seria o suficiente.
Sentiríamos e jogaríamos juntos, a vida toda…
Dia a dia…
Cidade a cidade…
Multigraphando vida a fora.
Juntos, dos nossos tenros 5 anos, até o final do Tempo.

Cities in Dialogue

  • FLOATING IN TRANCE AND BILOCATION  | LONDON | R.CAMBUSANO
  • Jugando | Porto Alegre | Gabriela Canale
  • Juntos | Bruxelas | Jaime Scatena para G. Canale e R. Cambusano (meus queridos)