Há tempos quero um peixe, e, no meio da tormenta, em um impulso de amor contra uma torrente de loucura entrei numa loja e comprei um peixe.

37 reais, eu paguei.
Os peixes são todos parecidos. Demorei para me decidir.
Queria um aquário oval, mas só tinha destes hexagonais ou quadrados.
Comprei o aquário mais barato, de acrílico, que já vem com comidinha e remédio pra água.
Escolhi o macho que me pareceu ser mais meu amigo, como um cão que faz cara de coitado para ser adotado. Escolhi o mais exuberante dos betas.
E agora eu abro os olhos e olho pro lado para saber se o peixe está bem, se ele está vivo.
De alguma forma somos amigos, de alguma forma o peixe me pede pra viver. O peixe é minha delicadeza.

  • O peixe | Porto Alegre | Gabriela Canale

Blinky | Springfield | Jaime Scatena Blinky, o peixe de $16500 | Springfield | Jaime Scatena

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: